28
nov

Excesso de consumo de álcool pode ter ligação com falha genética

Publicado em Notícias

beer

Pesquisa tem potencial para melhorar tratamentos contra o alcoolismo. Cientistas usaram ratos, mas pretendem confirmar relação com humanos.

Cientistas britânicos descobriram que um gene regulador do consumo de álcool, quando defeituoso, pode levar à ingestão excessiva da substância. O estudo foi feito com ratos, mas, se confirmada em humanos, tem potencial para melhorar os tratamentos contra o alcoolismo no futuro.

Os pesquisadores ofereceram água e bebida com álcool para ratos normais e também para geneticamente modificados. Para os animais normais, a preferência era sempre por água, enquanto os ratos com genes modificados optaram, 85% das vezes, por bebidas alcoólicas. Os cientistas pretendem agora descobrir se o comportamento também será igual em seres humanos.

A pesquisa envolveu cinco universidades britânicas, além de uma unidade do Conselho de Pesquisa Médica, e concluiu que a modificação genética tem ligação direta com a preferência pelo álcool e até com o excesso do consumo da substância.

Fontes: Globo News

Open chat
1
Olá! Problemas com drogas ou álcool? Vamos lhe ajudar!