22
fev

Carnaval pode incentivar o abuso de álcool

Todo mundo aguarda ansiosamente pelo carnaval. Seja para descansar, viajar ou cair na folia. Porém, esta festa tão típica brasileira é vista por muitos a oportunidade para abusar do álcool. Não há problema em beber moderadamente, porém, não é preciso beber até passar mal.

O abuso do álcool pode ter muitas consequências e não estamos falando apenas de ressaca. Quem bebe e dirige coloca a vida de muita gente em risco. Não são poucos os acidentes nesta época de carnaval. E uma grande parcela desses acidentes são causados por motoristas alcoolizados. Outro agravante é se expor ao sexo sem proteção e participar de brigas.

Se a pessoa está em tratamento ou o fez há pouco tempo, o cuidado deve ser redobrado

Em datas comemorativas, como o Carnaval, há mais acesso ao álcool e muita gente pode estimular o uso e é mais difícil resistir quando há grande oferta de álcool. É uma ocasião perigosa, pois o dependente de álcool corre o risco de perder o controle e ter recaídas.

Diante dessas situações, essas pessoas correm alto risco de perda do autocontrole. É nesse momento que mesmo desejando dizer não ao álcool e às drogas, muitas vezes o indivíduo não dá conta em ambientes que há grande exposição de bebidas e drogas, pois sua habilidade está fragilizada. Sendo assim, o melhor a fazer organizar festas em família ou amigos em casa, numa chácara para curtir carnaval, mas sem a oferta de drogas e bebidas alcoólicas. A família pode dar suporte ao dependente químico ou alcoolista que precisa se conscientizar desses riscos e escolher zelar pela manutenção de sua abstinência.

Dependente químico ou não, o bom mesmo é poder se divertir sem nenhuma droga.